COMO TIRAR O CERTIFICADO INTERNACIONAL DE VACINAÇÃO DE FEBRE AMARELA (CIVP)

 

 

Opa! Turubom?

Seja bem-vindo a mais um viajando em 3 minutos. A ideia dessa série é tirarmos algumas dúvidas indo direto ao ponto, o mais rápido e informativo possível que vão facilitar a sua vida como viajante.

Hoje você vai entender tudo que precisa saber sobre como tirar o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia de Febre Amarela.

Se você é novo por aqui, meu nome é Guilherme Vialta, eu dou dicas de viagens e aqui você encontra muita inspiração, aventuras e dicas para montar o seu roteiro. Se você procura ou simplesmente gosta do assunto, considere inscreve-se já.

E vamos ao que interessa. Antes de mais nada eu preciso dizer que todos os links citados aqui, estão na descrição deste vídeo.

O primeiro passo é você saber se o país que vai visitar exige a vacina e o Certificado de Vacinação Internacional. Pra isso você vai até o site da Anvisa na aba “viajante” e insere o país de destino. Caso seja necessário irá aparecer que sim é uma exigência.

Em seguida você precisa tomar a vacina. Pra isso, basta ir até um posto de saúde e se vacinar gratuitamente. Ao comparecer ao posto de saúde não é necessário nenhum tipo de agendamento e estando lá, você deve dizer que precisa tomar a dose padrão da vacina de febre amarela. Porque vai viajar para um país que exige o certificado internacional. Então é importante você saber que a dose fracionada da vacina não vale, tem que ser a padrão. E que a vacina deve ser tomada com no mínimo 10 dias de antecedência da sua viagem. Ou seja, a vacina passa a valer somente 10 dias depois que você tomou.

LEIA TAMBÉM:  Cyclo Lev - O que é - Quais são seus benefícios para a TPM

O comprovante que você tomou deve ser guardado porque ali estão as informações necessárias para emissão do certificado internacional. Com o comprovante em mãos é hora de solicitar o certificado. E isso pode ser feito de duas maneiras, pela internet ou presencialmente.

Pela internet é super simples, você entra no site da Anvisa realiza um cadastro rápido e solicita. Neste processo você vai inserir seus dados pessoais, junto com uma foto do comprovante da vacina e pronto. Em até 10 dias você vai receber o certificado no e-mail cadastrado.

Caso queira ser atendido presencialmente, você deve fazer um pré cadastro, que é basicamente o mesmo. E depois disso, comparecer a uma unidade emissora. E para saber onde estão elas, no próprio site da Anvisa você coloca o seu estado localiza a unidade mais próxima e vai até ela. Levando o comprovante da vacina e um documento. Este sim é emitido na hora, então se você precisa com uma certa urgência pode ser uma opção bacana.

A minha indicação é que você faça pela internet porque o processo é super simples e você recebe o certificado no seu email. Como obrigatoriamente a vacina deve ser tomada com antecedência de pelo menos 10 dias da sua viagem você toma a vacina, chega em casa e já faz a solicitação.

É preciso lembrar também que a Anvisa não faz vacinação, pra isso é preciso ir até um posto de saúde. É legal que você leve sua carteira de vacinação no momento que for tomar a vacina assim todas as suas vacinas ficam organizadas em um só local. Mas não é obrigatório, você pode ir sem ela. E lá no posto vai receber um comprovante da vacina.

LEIA TAMBÉM:  Ivermectina e Dexametasona no Tratamento do Coronavírus (COVID-19)?

Comente aqui embaixo pra onde você está indo que precisa do certificado de vacinação internacional ou se você já foi pra algum lugar que precisa.

Se você gostou e este vídeo te ajudou de alguma forma, clique no botãozinho de gostei aqui embaixo compartilhe este vídeo com quem vai viajar ou gosta de viagens. Se ainda não for inscrito aqui no canal, inscreva-se aqui embaixo. Toda semana tem vídeo novo, com muitas dicas e aventuras. Muito obrigado, tchau.

 

Assine as Dicas Exclusivas de Saúde e Bem-Estar

Sobre Ben Popov 28 Artigos
Consultor de Marketing Digital e Marketing de Rede com mais de 18 anos de experiência. Fundador da AulaPlus - Marketing Digital e BlasterPhone Telecomunicações. Trabalha com Produtos Nutracêuticos desde 2017.