Como usar a Hipnose para ser mais Influente e Persuasivo

Como usar a Hipnose para ser mais Influente e Persuasivo

 

Muitas pessoas se perguntam o que é a hipnose? A hipnose é um estado de concentração focalizada, do tipo que muito de nós experimentamos diariamente. Quando você está relaxado e sua concentração é tão intensa que não se deixa distrair por ruídos externos e outros estímulos, você está num estado de hipnose.

Quase todos nós entramos frequentemente em estado hipnótico quando estamos concentrados num bom filme, quando caminhamos nos últimos quarteirões a caminho de casa sem perceber como chegamos. Quando estamos envolvidos por uma boa conversa ao ponto de vermos a cena com os olhos de nossa mente ou quando a nossa atenção está completamente voltada por um anúncio que nos seja apresentada despertando um imediato interesse, desejo e decisão dentro de nós mesmos de agir de acordo com àquilo que foi colocado dentro de nós. Só se consegue hipnotizar se a pessoa estiver concentrada ou com a atenção voltada à mensagem que lhe é enviada. E feito isto o resultado será o interesse e desejo ardente por parte dela, indo inconscientemente em busca da realização daquele desejo que se tornou a coisa mais importante de sua vida naquele momento.

 

O Protocolo de 26 Passos Para Hipnotizar, Encantar e Influenciar Pessoas

 

O ser humano é facilmente hipnotizável. São vulneráveis e influenciáveis por àquilo que ouvem ou vêem. Todo hipnotizador sabe que a palavra é o atalho mais rápido para se chegar ao subconsciente da pessoa. E só se hipnotiza alguém por meio de palavras que convencem. Só se consegue convencer ou hipnotizar uma pessoa injetando nelas palavras que estimulem, impressionem, persuadem, envolvem, desconcertem, interferem, provoquem ou atuem. Palavras que venham carregadas de força para tomar completamente o “ser” da pessoa, mensagens que tem poder de cair direto para dentro do subconsciente.

Pense um pouco sobre este assunto: Os grandes hipnotizadores que sempre aparecem em programas de TV hipnotizando pessoas por aí, não usam nada! Hipnotizam sem possuir nenhum instrumento em mãos, técnicas eletrônicas de indução ao relaxamento, visualização ou qualquer tipo de drogas ou aparelhos. E também não precisam de nenhuma ajuda. Qual é a única ferramenta que eles usam?

“A PALAVRA”

Eles convencem a pessoa de que ela vai dormir e quando acordar vai fazer isto ou aquilo… Eles apenas colocam na mente da pessoa uma sugestão e a pessoa aceita, é por isso que elas são hipnotizadas. É muito simples de entender, mas o grande “lance” é como criar palavras que hipnotizam; como produzir uma “reação imediata” na mente das pessoas para que se possa conseguir o mesmo efeito que um hipnotizador consegue auferindo benefícios para uma vida de sucesso e conquistas.

“Você não pode ensinar nada a um homem; você só pode ajudá-lo a encontrar o conhecimento dentro de si”. -Galileu

“Você pode levar um garoto ao colégio, mas você não pode fazê-lo pensar”. -Elbert Hubbard

 

Influência com hipnose

Alguma vez na sua vida você com certeza já esteve totalmente ligado a uma conversa, um livro, uma divulgação publicitária, um artigo de revista ou um bom filme. Você até mesmo perdeu a noção do tempo por estar tão envolvido com o assunto que nada mais ao seu redor importava.

Alguém te chamou. E você, ouviu?

Naquele momento o que aconteceu foi que alguém exerceu uma poderosa influência sobre sua mente. Capturou literalmente sua atenção, impedindo que você até mesmo perdesse a noção do tempo e do espaço. Esta é a prova de que isto não só é real como é perfeitamente possível de ser colocado em ação. Mas o ponto principal deste artigo é ensinar você a provocar influência, ou seja, hipnotizar os outros através de palavras. É simplesmente entregar a responsabilidade em suas mãos.

Você tem que ter em mente que qualquer coisa que prende a nossa atenção é nada mais que um elemento com uma “bem elaborada forma de estratégia”, desenhada sob medida para empolgar, estimular e envolver qualquer um, num enredo cheio de novidades e curiosidades. Podendo ser acrescentado a estes objetos até mesmo suspense, mistério e drama. Sendo a nossa mente bombardeada por uma avalanche de variedades que nos despertam para um estado de desejo que deste então, não tínhamos. Algo que mexa com as emoções do público. Tudo isto é uma fórmula universal aplicável absolutamente em qualquer setor da vida, para qualquer direção em que você desejar. É feito pra isso uma selecionada combinação de contextos para não deixar que o público em geral não desvie nem por um minuto a sua atenção do objeto requerido (publicidade de vendas, palestas motivacionais para influenciar uma grande massa, livro, filmes, declarações de amor, etc…).

Então para se criar este efeito de influência, a primeira regra que você deve ter consciência é: a identificação de sua intenção. Sua intenção ou objetivo de seu comunicado é mais do que a abertura ou o desenvolvimento do mesmo. Você precisa saber exatamente o que quer alcançar com o seu comunicado. Você não poderá chegar a um resultado desejado, senão souber exatamente para onde está indo. A melhor maneira para dar este passo é redigir. Quando você põe suas idéias no papel, você começa a vivenciar (vislumbrar) o seu objetivo mais intimamente. Em princípio sua intensão é uma frase concisa, uma expressão de seu objetivo. Depois vem a lapidação desta mesma frase.

LEIA TAMBÉM:  Dia Nacional do Livro: confira 11 dicas de leitura

Independente para onde você esteja usando o poder de suas palavras, primeiro você deverá reunir os fatos. Deverá se concentrar mentalmente, focalizando os seus pensamentos naquele objetivo desejado. Você perceberá que sua mente fica sensível a respostas. Você será capaz de encontrar um grande acervo de opções para completar, redimensionar, lapidar, transformar e desenvolver uma simples ideia em um maravilhoso meio de expressão. Um verdadeiro elixir para quem as ouve. Mas isso só será possível se antes escrevê-lo. Para que as suas idéias saiam do papel, tem que tê-las antes escritos, para que se crie uma forma de estratégia por meio de palavras cuidadosamente selecionadas, com o objetivo de provocar na pessoa um sentimento de motivação jamais visto antes. Mas isto só é possível quando você tem como destrinçar. Você será capaz de encontrar estas palavras incrivelmente poderosas que completam sua intenção em relação aos outros em um simples papel. É simplesmente tentar hipnotizar as pessoas por meio das palavras. Você dá uma tarefa a sua mente (sua intenção) e agora ela começa a escanear em busca de respostas. Sua mente é um poderoso imã para qualquer informação que te ajudará a completar sua intenção, vai atrair coisas que você poderá usar em suas palavras que influenciam.

Deixe seu esboço por alguns minutos. Pegue um ar fresco. Espreguice. Respire fundo. Relaxe. Você pode ler o que escreveu, mas não edite nada. Este é apenas um intervalo para o amadurecimento das idéias. É daqui que vem as grandes retóricas, comícios, livros, propagandas, etc… Através de um PROCESSO simples mas que é único e surpreendente. É claro que inicialmente é possível se fazer isto apenas pensando sem palavras expressas. Mas há um efeito colateral neste meio NÃO indicado. Você até alcança num primeiro momento uma perfeita combinação de idéias por meio de palavras pra influenciar, mas você inevitavelmente vai perder este momento. E quando você for propagar a sua “obra prima”, já não o terá mais em mãos como era antes porque os pensamentos passam mas as palavras permanecem ali do jeitinho que você os deixou. Isto sem falar no aperfeiçoamento (redimensionamento) que você deveria dar, no dia seguinte, ainda trabalhando no mesmo esboço, porém ela já não mais estará ali como no primeiro momento.

Depois de você ter criado uma perfeita combinação de idéias por meio de palavras, dê um intervalo ainda maior de uma à duas semanas e comece um novo esboço no mesmo sentido de idéias. Depois que tiver terminado o segundo esboço, você tanto poderá continuar criando novos esboços, sempre seguindo este método de trabalho, como pode voltar ao primeiro esboço (lembrando que sempre depois deste segundo intervalo você deverá voltar ao primeiro). Voltando ao primeiro esboço você vai observar de sua parte um grande amadurecimento, querendo tirar algumas palavras para colocar alguns inteligentes termos que virão importado dos outros esboços criado por você mesmo. Pegue todos os esboços e crie uma única versão final e compacta. Ou seja, passa-se a a conter uma fusão de todos os esboços em apenas UM esboço, fortalecido por uma ideia que é majestosamente dominante. Este é o passo para polir seu trabalho. Isto surpreenderá as pessoas, porque se você estiver usando o poder das palavras para escrever um livro, então será o melhor livro que as pessoas lerão em toda vida. Se for uma propaganda publicitária, então despertará interesse, desejo e empolgação, pela diferenciação de uma nova forma de comunicação, levando-os a fechar o negócio ou comprar o seu produto. Se for uma palestra as pessoas te admirarão e o seguirão por ver que em sua mente está latejando idéias e jorrando inteligência.

 

Palavra Direcionada por médio da hipnose

As técnicas que vou descrever abaixo funcionam tão bem que eu não aconselho você a usar se não estiver promovendo algo de real importância. O objetivo das palavras direcionadas é fazer com que as pessoas “ajam”. Para atingir esta meta, suas palavras (escrita ou falada deve possuir uma fórmula que contém 4 etapas.) São essas:

  • Capturar a Atenção do leitor ou do ouvinte
  • Criar Interesse em sua mente
  • Construir o Desejo por aquilo que você diz, oferecendo algum benefício que os empolguem (motivem)
  • Persuadir-los a Agir

Esta fórmula (Atenção, Interesse, Desejo, Ação) será a chave do seu sucesso. O ponto de partida para a influência individual ou em massa. Mas antes de começar, deixe-me explicar uma coisa de extrema importância que você deve levar em conta. Você deve sempre pensar a partir do ponto de vista da pessoa alvo.

LEIA TAMBÉM:  Quando a religião faz mal à saúde

Lembre-se que elas são o objetivo principal a ser atingido, e isto requer palavras estratégicas. Palavras profundas, carregadas com uma intensidade que só uma bem elaborada combinação de idéias, poderá acender na pessoa uma forte vontade, levando-a a fazer o que tem que ser feito. E a única coisa que a pessoa está pensando o tempo todo é algo parecido com esta questão: “Que benefício obterei com isso”? Benefício. Este é o ponto principal. As pessoas não compram, não adquirem, não anseiam conquistar nada sem antes, senão o “benefício”. Não sei ao certo em que setor você vai usar o poder das palavras direcionadas (vendas, relacionamento pessoal, influência em massa, propaganda e marketing, livros, etc…). Independente qual seja o seu principal objetivo para se aplicar estas técnicas, a fórmula e o fundamento é o mesmo. Muda-se apenas o contexto do lugar pra onde você está enviando-o. Então escreva sobre os benefícios 100% do tempo se possível.

Agora vamos ver um resumo dos elementos essenciais que suas palavras deve ter:

1. A Manchete

Aqui é onde tudo começa é o ponto de partida para uma jornada onde apenas com poucas palavras você comunica uma ideia, causando uma sensação de curiosidade, e despertando assim o interesse da pessoa a ficar até o fim para acompanhar o desfecho do elemento. Às vezes chamada de “grande promessa”, esta é a primeira e muitas vezes a única chance de capturar a atenção do leitor. Você só tem alguns segundos para convencer as pessoas, ouvinte ou leitor a permanecer focalizado em você e a continuar prestando atenção naquilo que você tem a oferecer. Usualmente você terá de fazer sua maior promessa aqui na manchete, que é a abertura inicial da exposição de suas idéias. Diga a pessoa exatamente qual o maior beneficio que ele receberá do seu objeto requerido. Sua promessa deve ser excitante, captar a atenção e fazer com que a pessoa sinta o desejo de ouvir mais ou ler mais. Alguns tipos de manchetes efetivas são:

  • Manchetes do tipo “Como Fazer”
  • Manchetes do tipo “Descubra O Segredo”
  • Manchetes do tipo “Algo Revelado”

O segredo é oferecer seu maior e melhor benefício, de maneira a compelir a pessoa a continuar disposta a permanecer até o desfecho do comunicado. Na maioria das vezes você terá de colocar nesta manchete, uma promessa quase inacreditável.

2. Sub-Manchete

Esta é opcional. Você pode usar uma sub-manchete para expandir sua promessa e oferecer o seu maior beneficio. Mais uma vez, a chave é manter a pessoa ouvindo ou lendo e fazer com que seu comunicado flua ganhando vida mediante a sua versão. Com isso, nascerá em seu objeto de comunicação um fundamento que o tornará importante na vida daqueles que o tem recebido.

3. Desenvolvimento

Este é o momento de colocar em evidência o seu material. É onde o seu objeto de comunicação realmente começa a fazer sentido na vida dos outros. É aqui que você vai fisgar as pessoas para o seu lado. Este é o momento de não pedir nada as pessoas que deverão estar concentrada em você e muito menos enrolar. Pois eles querem resultados e benefícios, então esta é a sua grande chance de mostrar que você tem algo a oferecer, isto funciona muito bem. Pense em algo que você pode dizer nos primeiros 10 segundos de contato e que fará com que a pessoa leia (ouça ou veja) todo seu comunicado. Saiba que esse é o momento do “desenvolvimento” que poderá levá-los ao estreito “envolvimento”. O poder estará em suas mãos, caberá somente você saber usá-la. Este é o momento de influenciá-los, trazendo-lhes para dentro de sua realidade. Dê aquilo que eles querem! Fale sobre o que eles querem ouvir e depois fale sobre aquilo que eles “devem” ouvir. Isto causará uma naturalidade tão grande, que as pessoas ao adquirir aquilo que você tem para oferecer vão até te agradecer depois. Porque eles se sentirão mais beneficiado do que você, sendo que na verdade você no final estará auferindo mais do que eles: Fama, sucesso, benefícios e toda sorte de benesses na sua vida.

Vou ilustrar um exemplo que parece um pouco supérfluo por estar fora do nosso contexto principal de influência, mas para te dar uma ideia mais concreta do que estou falando. Suponha que você é aquela pessoa extrovertida e engraçada que adora contar piadas para os seus amigos, vizinhos e pra primeira pessoa que aparece à sua frente. Só pelo preço de vê-las rindo. A questão é que existem pessoas que fazem o mesmo que você, só que com o diferencial de receber financeiramente por isto em seus shows.

Moral da história, você é tão humorista quanto o outro famoso. Mas este humorista famoso entende que ele está fornecendo benefícios para o seu público, enquanto o seu público fornece dinheiro para comprar um pouco de gargalhadas e alegria para si mesmos. Elas recebem as piadas como produto de consumo imediato e a pessoa que conta as piadas recebe muito mais: dinheiro, fama, credibilidade, mordomia e sucesso em sua vida. Vamos agora passar para o próximo passo dentro do mesmo contexto de desenvolvimento.

LEIA TAMBÉM:  Campeão brasileiro buscou o Muay Thai para emagrecer e teve incentivo da mãe

4. Lista de Benefícios

Será de utilidade em alguns casos no seu objeto de comunicação. Após você ter fisgado o leitor, mergulhe ele em sua lista de benefícios. Se for na escrita, use então bullets (pontos) para tornar sua lista mais fácil de ler. Faça com que cada bullet seja focado em um beneficio. Há vários tipos de bullets que você pode usar:

  • “Como Fazer”
  • “Eliminar Problemas”
  • “Contando Segredos”
  • Criando Sonhos” Certifique-se de colocar novamente seu maior e melhor beneficio no meio desta lista

5. Seu Diferencial Único

Aqui você deve diferenciar-se de qualquer outro que está promovendo um produto similar. Porque alguém deveria comprar de você? O que faz seu serviço ser diferente? Você deve apresentar o seu serviço, produto, comunicado, retórica, etc de uma nova maneira ou sob uma nova perspectiva. De qualquer maneira você deve fazer com que seu objeto pareça a pessoa o único que vale a pena a fazer parte de sua vida. Você deve saber a vender a sua ideia com criatividade e imaginação, sempre haverá quem compre a sua ideia. O objetivo aqui é alargar os caminhos para se conseguir mais adeptos. Se ele estiver convencido de que não pode encontrar um elemento melhor lá fora, alocará ao seu.

6. Construindo Credibilidade

Uma vez que você tenha fisgado a pessoa, conte a ele as vantagens e diferenças entre seu em relação ao resto. Você deve construir credibilidade e confiança. Se constrói credibilidade fundamentado na carisma, numa relação emocional, firmeza e naturalidade. Ninguém irá aceitar nada de alguém que não confie.

Há várias maneiras de construir credibilidade:

Credenciais – Explique porque você é qualificado para dizer que o seu é a melhor alternativa e é bom mesmo. O que faz de você um especialista no assunto?

Testemunhos – Nada é mais poderoso do que palavras verdadeiras de pessoas que aprovaram seu serviço, produto, filosofia, palestras, etc… Opcionalmente você pode antecipar o testemunho e coloca-lo logo após a manchete. De qualquer modo, o testemunho é uma das coisas importantes porque é ele que derruba qualquer dúvida com relação à sua manchete. Entendeu agora porque a manchete deve prometer algo quase que inacreditável?

Honestidade – A melhor maneira de construir credibilidade é dizendo a verdade. Não aumente exageradamente os benefícios do seu objeto escolhido. Simplesmente apresente a verdade. Uma poderosa maneira de construir credibilidade é fazer um alerta a seus leitores. Exponha a eles de 3 à 5 virtudes que se acrescentarão em suas vidas se seguirem àquilo que você propõe. Então conte a eles como você encontrou esse critério. Naturalmente a intenção aqui é expor de 3 à 5 virtudes que seu objeto de escolha possui e os outros não.

7. Construir Desejo – Mais Benefícios

Agora você deve querer fazer outra lista de benefícios. Você deve deixar o leitor desejoso do seu produto e manter uma comunicação fluente. Faça outra lista de bullets listando mais e mais benefícios que o seu objeto oferece. Se não for possível é melhor ainda, porque aqui é o momento perfeito para você apresentar os mesmos benefícios de antes só que com mais ênfase e com uma visão mais nítida do seu objeto, deixando uma impressão marcante para aqueles que recebem a mensagem.

8. Remover Relutância

Se você perceber algum tipo de relutância da parte da pessoa saiba que a melhor maneira de remover a relutância é usar a estratégia do livre arbítrio. Não pressionar de modo algum a pessoa a tomar decisões imediatas. Se as pessoas perceberem que você está pressionando-os a tomar uma decisão imediata, elas vão se sentir manipuladas. A maioria das pessoas detestam tomar decisões e principalmente ser forçadas a alguma coisa. Então as ajude para não terem que tomar uma decisão. Diga a elas para refletir sobre o assunto, pois você já terá lançado uma semente na mente delas; isto se o que você está oferecendo seja realmente de boa valia.

 

Conclusão

Há muito tempo aprendi que as palavras são mais poderosas que qualquer droga, arma, artimanha ou vício conhecido pelo homem. O fato de que você está lendo estas palavras agora é uma importante prova de que este negócio funciona! Agora a pergunta é o que você vai fazer uma vez que tenha aprendido a desenvolvê-lo?!

Influenciar pessoas? Fazer com que elas comprem seus produtos? Convencer pessoas a te seguirem? Criar textos para que se possa fazer incríveis oratórias? Conquistar aquela pessoa que você tanto admira com palavras inteligentes? Tornar-se um líder com grande poder de persuasão?

Decida agora o que vai fazer e assuma a tua verdadeira posição neste mundo tornando-se um “GIGANTE” entre os grandes.

“A vida não consiste em ter boas cartas na mão e sim em jogar bem com as que se tem”.

 

Assine as Dicas Exclusivas de Saúde e Bem-Estar

Sobre Ben Popov 28 Artigos
Consultor de Marketing Digital e Marketing de Rede com mais de 18 anos de experiência. Fundador da AulaPlus - Marketing Digital e BlasterPhone Telecomunicações. Trabalha com Produtos Nutracêuticos desde 2017.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta